1 Papo Reto

As emergências social, econômica e sanitária trazidas pela pandemia de COVID-19 forçaram os brasileiros, de todas as classes sociais, a se mexer.

Em meio às inseguranças e tragédias trazidas pela pandemia de COVID-19, surge um pequeno alento: aumentou o índice de leitura de livros em todo o mundo, segundo a UNESCO.

Em pleno século 21 e no coração da capital econômica da América do Sul, o trabalho escravo continua sendo uma realidade.

Por Fábio Reynol (Embrapa – Secretaria de Pesquisa e Desenvolvimento), especial para Coalizão Verde (1 Papo Reto e Neo Mondo)

Os efeitos sanitário e social da pandemia de COVID-19 voltaram a se agravar, a partir de uma nova onda de erupção de casos de contaminação.

A crise gerada pela pandemia da COVID-19 impactou negativamente as ocupações e as condições de trabalho das mulheres na América Latina e no Caribe, gerando um retrocesso de mais de uma década nos avanços alcançados em termos de participaç...