Mobilidade elétrica para (quase) todos

O veículo elétrico ainda é um sonho distante para uma parte expressiva da população mundial, incapaz de desembolsar, pelo menos, US$ 25 mil, para adquirir um carro deste tipo. Mas o que para muitos é uma questão de consciência ambiental ou meramente modismo, para outros tantos pode representar a chance de uma vida melhor. De olho neste último contingente, um grupo de cientistas da Universidade Técnica de Munique está desenvolvendo um veículo off road elétrico.

O objetivo, de acordo com reportagem publicada no site americano Tree Hugger, é melhorar o padrão de vida de quem mora em vilas isoladas. Por conta disso, o bólido está sendo testado na área rural de Gana, onde as estradas não são pavimentadas e o sistema de abastecimento por combustíveis fósseis (óleo diesel e gasolina, por exemplo) é precário.

A produção em escala industrial ficará por conta da recém-criada Evum Motors GmgH, especializada na fabricação de motores elétricos. E apesar de ser focado nos consumidores baseados em países em desenvolvimento, o carro, na versão picape, vai custar caro para os padrões locais: o equivalente a US$ 12 mil.

Por este valor, será possível levar para casa um veículo capaz de transportar uma tonelada de carga, dotado de baterias que garantem autonomia de até 80 quilômetros  a uma velocidade máxima de 60 km/h. Para recarregar as baterias basta plugá-la numa tomada 220V, por sete horas. Durante o dia, a recarga é garantida pelas placas solares instaladas no teto do veículo.

 

Leia, aqui, o texto original, em inglês.

 

(Visited 12 times, 1 visits today)