Campanha chama a atenção para o Cerrado

Apesar de sua exuberância e diversidade, o Cerrado continua sendo um dos biomas menos conhecidos pelos brasileiros. Para tentar mudar essa situação e ampliar o grau de conscientização sobre a região, a Rede Cerrado e a WWF-Brasil se uniram na Campanha Cerrados. A ideia é lançar luzes sobre a fauna, a flora e os povos originais que habitam o bioma. Cada um destes itens é esmiuçado em uma série que inclui 10 episódios de podcast. Além disso, foi criada uma série de tutoriais com o passo a passo para ações de ativismo online e no mundo analógico.

A devastação do Cerrado vem se intensificando desde 2009, com a perda, em média, de 1 milhão de hectares por ano, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao todo, metade do Cerrado já foi devastado em ações de degradação ambiental para a criação de pasto, agricultura ou ocupação irregular. Um grande problema, uma vez que se trata da maior savana biodiversa do mundo, onde vivem 12 mil espécies de plantas e 5% de toda a fauna do planeta, dos quais 32% são endêmicos, ou seja: só existem no Cerrado brasileiro.

 Ajude 1 Papo Reto a continuar divulgando as grandes iniciativas em ESG, inovação e empreendedorismo de impacto social: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou faça uma DOAÇÃO

 

A Rede Cerrado reúne 50 organizações da sociedade civil que atuam na promoção da sustentabilidade e na defesa da conservação desse ecossistema. Além da rica diversidade de fauna e flora, a relevância da região também se repete em relação às bacias hidrográficas das regiões Sul-Sudeste. A Campanha Cerrados surge com o objetivo de conscientizar os brasileiros para essa causa.