Um passeio pela "Boca do Lixo"

Desta vez, São Paulo mostra que a “Boca do Lixo”, um canto meio alternativo da região central da cidade, não tem somente violência e pessoas entregues às drogas e à marginalidade. E quem nos apresenta este outro lado do pedaço é o Pessoal do Faroeste, uma companhia de teatro paulistana que há quinze anos faz dessa região um polo de produção teatral muito forte.

Agora, atores, atrizes, cenógrafos e figurinistas contam alguns episódios marcantes da história da comunidade afro na sociedade brasileira. O musical “Luz Negra” faz isso misturando realidade e ficção e falando, inclusive, do surgimento do próprio teatro na região da “Boca do Lixo”.

 Ajude 1 Papo Reto a continuar divulgando as grandes iniciativas em ESG, inovação e empreendedorismo de impacto social: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou faça uma DOAÇÃO

 

Este verdadeiro mergulho histórico, cultural e artístico nos faz viajar até as décadas de 1920 e 1930, quando surgiu a Frente Negra Brasileira (FNB), um marco social importante que se transformou em um movimento político no qual se discutia as questões relativas à inserção cultural e os papéis a serem exercidos pelo negro no Brasil.

A história e a trajetória de vida de nomes como Abdias do Nascimento – um dos intelectuais que sempre discutiram a questão do negro, desde a época do Teatro Experimental do Negro (TEN) – estão aí para ilustrar o que foi a efervescência da FNB.

O mesmo vale para Francisco Lucrécio, um dos fundadores da FNB, agremiação foi um movimento social que ajudou muito nas lutas pelas posições do negro aqui em São Paulo. cartaz-luz-negraNa época, existiam diversas entidades negras e todas elas cuidavam da parte recreativa e social. Contudo, esta se notabilizou por incorporar um programa de luta pela conquista de posições de destaque para o negro em todos os setores da vida brasileira.

Um dos seus departamentos, inclusive, enveredou pela questão política, “porque nós chegamos à conclusão de que, para conquistar o que desejávamos teríamos de lutar no campo político, teríamos de ter um partido que verdadeiramente nos representasse” , segundo registro feito no livro Frente Negra Brasileira, que conta a história do movimento.

O espetáculo Luz Negra nos remete a tudo isso, seja por meio da ficção ou da realidade. O elenco é formado por atores e músicos de extrema qualidade técnica e a peça é um prato cheio para tirar o olhar ruim daqueles que enxergar a “Boca do Lixo” apenas como um lugar degradado e que, por conta disso, deva ser repudiado.

Pelo contrário, o local se constitui em um marco na história de São Paulo e do Brasil, pois foi onde muitas coisas boas surgiram no campo cultural, artístico e político.

Então, fica a indicação de mais uma opção de arte em São Paulo.



SERVIÇO:

Elenco:

Clency Santana, Clodoaldo Dias, David Guimarães, Flávio Rodrigues, Leona Jhovs, Mel Lisboa, Melvin Santhana, Raphael Garcia, Thais Dias, William Simplício

Texto e direção de Paulo Faria

Um espetáculo da Cia.Pessoal do Faroeste

Temporada: 3ª e 5ª até 08/04, às 21h

Local: Sede Luz do Faroeste

Rua do Triunfo, 305 – Metrô Luz

Ingressos: Pague o quanto puder