mais-do-que-alimentos-sabor-e-saude

Mais do que alimentos: sabor e saúde

A Vila Madalena, bairro de classe média alta situado na Zona Oeste de São Paulo, é conhecida por lançar modinhas na gastronomia, no vestuário, na decoração e em outros quesitos que compõe o estilo de vida de pessoas que se classificam como descoladas. No que se refere à alimentação, além dos botecos e restaurantes que servem as iguarias tradicionais, outro nicho vem ganhando força nos últimos cinco anos; o de alimentos orgânicos.

Veterano no segmento, Fernando Pupo encarou o desafio de disputar os consumidores do bairro. Desde o dia 1º de fevereiro ele está à frente do Easy Organic Food Solutions, misto de restaurante, café e empório, fincado num charmoso sobrado no número 1223 da rua Mourato Coelho. “Meu objetivo é desmistificar o que são produtos orgânicos. Começando pela imagem de que se trata de produtos caros e sem sabor”, diz.

Advogado de formação, Pupo se tornou empreendedor aos 25 anos, quando assumiu franquias da marca de chocolates Kopenhagen. A conversão para o mundo natural se deu com a chegada da primeira filha. “Ela nasceu prematura e passou um longo período em recuperação. Foi aí que comecei a refletir sobre como nossa vida nas grandes cidades estava tão artificial”, conta.

Fernando Pupo, dono do Easy Organicos/ Divulgação

No Easy Organic, o empresário está colocando em prática as lições que diz ter aprendido nos dois anos nos quais esteve à frente do Origem, um supermercado especializado em orgânicos, em Moema, bairro de classe média alta da Zona Sudoeste. “O Easy Organic é uma evolução desse negócio”, destaca. Segundo ele, a existência de inúmeros competidores no bairro não é motivo de preocupação. Ao contrário. “Este nicho está em franca expansão e a demanda está longe de ser atendida plenamente”.

De fato. O pioneiro no bairro da Vila Madalena foi o Instituto Chão, que abriu as portas no começo de 2015. Situado no número 123 da Rua Harmonia, o negócio funciona com base nos princípios da Economia Solidária. Ou seja, os fornecedores são certificados e remunerados de forma justa, enquanto os clientes são instados a pagar um valor suficiente pelos produtos, capaz de manter o negócio de pé.

Na esteira do Instituto Chão surgiu, no ano passado, a Casa Orgânica, com uma proposta que vai além da venda de produtos certificados. Dentro de um amplo galpão é possível degustar um café, apreciar uma refeição e ainda comprar legumes, verduras, temperos e bebidas. Mais. A área também conta com posições de coworking, além de espaços para cursos e palestras.

Para garantir a qualidade dos produtos ofertados na Easy Organic, desde o que é processado na cozinha do restaurante, até o que é exposto nas prateleiras no salão, passando pelos refrigeradores, Pupo conta com uma ampla carteira de fornecedores. Boa parte está baseada em cidades do Cinturão Verde da Grande São Paulo.

 

SAIBA MAIS

Sobre o Instituto Chão

https://paporeto.net.br/vida_pratica/um-pe-no-chao-e-outro-nas-nuvens/

Sobre a Casa Orgânica

https://www.casaorganicasp.com.br/copia-e-commerce-info

 

 

N.R.: texto modificado em 20/3/2018, às 9h

(Visited 87 times, 1 visits today)