Paraíso Ameaçado, na Bahia 

Paraíso Ameaçado, na Bahia 

Por Eleni Lopes, diretora de redação de Neo Mondo, especial para Coalizão Verde (1 Papo Reto e Neo Mondo)

Ao contrário de seus vizinhos lotados e badalados, como Porto Seguro, Trancoso e Caraíva, a Vila de Santo André, no sul da Bahia, tornou-se destino de paz, sossego e natureza quase intocada. O local ficou conhecido, em 2014, ao abrigar o Centro de Treinamento da Alemanha durante a Copa do Mundo. Com menos de 800 moradores, está localizada em uma área de proteção ambiental, a APA Santo Antônio, com 23.000 hectares na faixa litorânea dos municípios de Santa Cruz Cabrália e Belmonte, entre a foz do rio João de Tiba e a foz do rio Jequitinhonha, abrigando grande diversidade de espécies da fauna e flora.

Poderíamos passar parágrafos ressaltando a vocação dessa bio-região para tornar-se um modelo de turismo sustentável, responsável e regenerativo. O turista que frequenta Santo André busca exatamente a conexão com a natureza e a fuga das multidões e baladas.

Mas algo que parece tão óbvio aos nossos leitores foi solenemente ignorado pelo Prefeito de Santa Cruz de Cabrália, Agnelo Santos, ao autorizar a realização do Réveillon da Vila, organizado pela empresa FX Talents, um evento de 4 dias de duração para mais de 600 pessoas, “no Beach Club da Vila de 4.000 metros quadrados montado de frente para a praia”, como destaca o site de venda de ingressos.

Ao saber da realização do evento em Santo André, imediatamente os moradores da Vila se organizaram e mandaram uma carta ao prefeito de Santa Cruz Cabrália, destacando os prejuízos ao meio ambiente de uma festa deste porte numa área de proteção ambiental. “Os moradores da região não desejam ter grandes festas de réveillon em sua área. A comunidade quer preservar e manter a festa que já ocorre, há anos, na praia de Santo André, organizada pelos donos das barracas de praia com o suporte dos moradores da vila”, diz um trecho da carta (leia a íntegra ao final deste texto).

paraiso ameacado na bahia 1 papo reto praiaPraia de Santo André (BA) – Foto: Eleni Lopes/NEO MONDO

 

O apelo da comunidade de Santo André foi acompanhado de um parecer técnico assinado pelo Instituto Géa – Ética e Meio Ambiente e pelo Projeto Maré. “Gostaríamos de salientar sua atenção aos significativos impactos ambientais que um evento como o Réveillon da Villa poderá acarretar”, ressalta o documento ao exemplificar o dano à atual temporada reprodutiva das tartarugas marinhas, à vegetação de restinga que cobre a região, entre muitos outros, sem contar o prejuízo da “luminosidade e intensidade sonora/vibratória incidindo sobre a praia” (Parecer técnico Projeto Maré).

Todos os apelos e fatos não sensibilizaram o prefeito Claudio Angelo, a FX Talents, os organizadores e patrocinadores do evento e também as “atrações” Elba Ramalho, Bhaskar, Dre Guazzelli, Caraivana, Pri Luz & Banda, todos posando em suas redes sociais como defensores do meio ambiente quando lhes convém. Isso sem se falar nas 600 pessoas dispostas a gastar no mínimo R$ 1350,00 e serem coniventes com este grande descaso à preservação da fauna e flora de uma área de proteção ambiental (nunca podemos esquecer este dado primordial).

O que diz o outro lado

NEO MONDO fez inúmeras tentativas de contato com o prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos, e com o Secretário de Meio Ambiente, Fernando Ricaldi, todas sem retorno. O prefeito, inclusive, soma em sua trajetória política recente uma investigação na Operação Fraternos, do Ministério Público Federal,  por contratos fraudados somando mais R$ 200 milhões entre 2008 e 2017.

Já Carolina Félix, da empresa FX Talents, empresa organizadora do Réveillon Da Vila, gosta de destacar que o evento tem respaldo da prefeitura. “O Réveillon vai empregar pessoas dentro da comunidade e ser um dos únicos dos 10 eventos no Sul da Bahia com selo ambiental”. Perguntada sobre qual seria a empresa que a certificaria, disse que no momento não se lembrava do nome da empresa, mas que haviam contratado a Eco Organismo para gerir esta parte.

Carolina afirmou ainda que o biólogo responsável pelo evento entraria em contato com a redação de NEO MONDO, algo que não aconteceu até o fechamento desta matéria. Em nosso contato, ela também não soube justificar o impacto ambiental de um evento deste porte numa APA, apesar de afirmar que “sua principal preocupação é a comunidade”.

“As belezas naturais da Vila de Santo André e a energia dessa charmosa vila são contagiantes”, diz o site de venda de ingressos para o evento. Mas sua preservação, claramente, não é interesse da FX Talents, da prefeitura de Santa Cruz Cabrália, de Elba Ramalho, Bhaskar, Dre Guazzelli, Caraivana, Pri Luz & Banda e muito menos das 600 pessoas que compactuarão com esta abominação ao comprar ingressos para participar do evento.

 

Íntegra da carta enviada pelos moradores da Vila De Santo André ao Prefeito de Santa Cruz de Cabrália

Ao Exmo. Sr. Prefeito de Santa Cruz Cabrália Sr. Agnelo Santos.

Prezado Prefeito Agnelo Santos,

Somos um grupo de moradores da Vila de Santo André que se reuniu para compartilhar ideias e ações que desenvolvam (segundo os critérios dos 17 ODS propostos pela ONU), conservem e regenerem a APA Santo Antonio.

Entendemos que a vocação dessa bio-região é tornar-se um modelo de turismo sustentável, responsável e regenerativo, tendência mundial frente aos desafios que a crise climática nos traz. Cabe mencionar que, a cada dia que passa, a quantidade de pessoas interessadas em buscar destinos que respeitem a natureza, características regionais e culturais preservadas, cresce exponencialmente.

Existe um público, cada vez maior, que busca a tranquilidade, a originalidade e a natureza semi virgem que encontramos na APA Santo Antônio.

Como já ficou claro em 2020, com repercussão na mídia nacional, os moradores da região não desejam ter grandes festas de réveillon em sua área. A comunidade quer preservar e manter a festa que já ocorre, há anos, na praia de Santo André, organizada pelos donos das barracas de praia com o suporte dos moradores da vila.

Contamos com o seu apoio para que a APA Santo Antônio siga a sua vocação, encantando turistas do mundo todo em busca de uma experiência única, autêntica e próxima de uma natureza intocada, tão raro nos dias de hoje.

Estamos à sua disposição para uma reunião ou maiores esclarecimentos.

Agradecemos antecipadamente.  

Atenciosamente, (assinam moradores de Santo André).

 

 

Coalizão Verde
Author: Coalizão Verde
Sobre o/a Autor(a)
Coalizão Verde é a união dos portais de notícias Neo Mondo, O mundo que queremos e 1 Papo Reto com o objetivo de maximizar os esforços na cobertura de temas ligados à preservação ambiental.
Mais artigos