Encontro com a liberdade

O governo federal decidiu dar mais um passo em seu programa de promoção da diversidade racial no serviço público. No domingo 23, em São Paulo, o vice-presidente do Banco do Brasil, Robson Rocha, anunciou que o banco pretende adotar o sistema de cotas raciais em seus próximos concursos públicos. Rocha deu a notícia durante jantar que reuniu, no restaurante Figueira Rubaiyat, na região dos Jardins, um seleto grupo de ativistas, autoridades locais, banqueiros e representantes de universidades americanas, em torno da ex-primeira-dama da África do Sul, Graça Machel. “Quando nos sentamos em volta desta mesa estamos irmanados”, disse ela. “É uma família que se protege.”

O evento foi promovido pela Afrobras, mantenedora da Faculdade Zumbi dos Palmares, organizadora da FLINK Sampa Afroétnica – Feira do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, e promotora do Troféu Raça Negra, que acontece nesta segunda-feira 24, na Sala São Paulo.

 Ajude 1 Papo Reto a continuar divulgando as grandes iniciativas em ESG, inovação e empreendedorismo de impacto social: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou faça uma DOAÇÃO

 

Em seu discurso, Graça destacou a importância da estratégia da Afrobras de estabelecer parcerias com empresas estatais, privadas e com o poder público para a promoção dos afrobrasileiros. “A luta contra o racismo não é uma batalha apenas de negros, mas de todos aqueles que valorizam a humanidade.”

A viúva de Nelson Mandela, que também foi casada com Samora Machel, herói da libertação de Moçambique, morto em acidente aéreo, destacou a necessidade do estreitamento dos laços entre as universidades americanas comandadas por negros, conhecidas pela sigla HBCUs, e a Faculdade Zumbi dos Palmares.

Hoje, algumas destas instituições já possuem programas de intercâmbio com a Zumbi. “Recomendo a vocês a adoção de parcerias vigorosas e desinteressadas, para que os jovens brasileiros que não encontram espaço para desenvolver seu talento no Brasil sejam levados aos Estados Unidos”, disse. “Estes programas são estratégicos porque ajudam a ampliar a visão de mundo destas pessoas, colaborando para uma maior unidades entre os povos.”

Graça é a principal homenageada do Troféu Raça Negra 2014. O evento celebra o trabalho de artistas, empresários, acadêmicos e personalidades da política que lutam em prol da liberdade, independentemente da cor de sua pele. Trata-se de um dos principais eventos do Brasil na Semana da Consciência Negra.