Nespresso traz George Clooney para alertar sobre mudanças climáticas

Nespresso traz George Clooney para alertar sobre mudanças climáticas

Redação Neo Mondo, especial para Coalizão Verde (1 Papo Reto, Neo Mondo e O Mundo Que Queremos)

A Nespresso, líder em cafés porcionados de alta qualidade sustentável, apresenta sua nova campanha The Empty Cup estrelada por George Clooney — embaixador de longa data e membro do Conselho Consultivo de Sustentabilidade da Nespresso. Criada para marcar o Dia Internacional do Café, comemorado em 1° de outubro, a iniciativa global tem como objetivo conscientizar o público sobre o café ser um recurso precioso que tem seu futuro ameaçado devido às mudanças climáticas. Pesquisas internacionais preveem a perda de até 85% da área de produção do café arábica até 2080.

Clique aqui e confira o teaser da campanha com George Clooney.

A campanha apresenta Clooney segurando uma xícara vazia — simbolizando a ameaça que essas mudanças representam para o café e seus 125 milhões de produtores globais, dos quais 150.000 trabalham diretamente com a Nespresso. Com peças online e offline, a marca convida os consumidores a refletirem sobre o impacto ambiental com dados surpreendentes e apresenta suas iniciativas de preservação.

Dirigido por Craig McDean e idealizado pela agência McCann Worldgroup, Paris, o filme principal será veiculado nas plataformas digitais e nas redes sociais, bem como nas Boutiques Nespresso e no site da empresa. The Empty Cup também conta com uma landing page dedicada trazendo informações sobre as mudanças climáticas e as ações de sustentabilidade da Nespresso, buscando reforçar sua credibilidade e fornecendo comprovações da efetividade de suas ações.

“As mudanças climáticas ameaçam o futuro do café e a prosperidade daqueles que o cultivam”, afirma Mônica Lopes, Diretora de Marketing da Nespresso Brasil. “Com a campanha The Empty Cup contamos com o embaixador da marca, George Clooney, para comunicar com propriedade os valores fundamentais da Nespresso e convidar o público a refletir e proteger o futuro do café conosco”.

O risco

O impacto negativo do agronegócio no cenário das mudanças climáticas não é novidade. Em janeiro deste ano, uma das revistas científicas mais relevantes do mundo, a PLOS One, divulgou um relatório evidenciando a vulnerabilidade do café diante das mudanças climáticas e que países como Brasil, Colômbia, Vietnã e Indonésia devem sofrer reduções significativas de área para plantio até 2050.

Atenta a este cenário, nos últimos 17 anos, a Nespresso já investiu mais de US$ 36 milhões no Brasil para aprimoramento e ampliação das práticas sustentáveis, por meio do Programa Nespresso AAA de Qualidade Sustentável™, que oferece assistência técnica aos cafeicultores e a implementação de ferramentas que visam proteger o futuro do café e das fazendas que o cultivam. Hoje, 100% do café Nespresso no Brasil é adquirido por meio do programa, ou seja, de maneira sustentável, tendo 1.300 fazendas ativas nesta prática e com a agricultura regenerativa cada vez mais presente.

“A agricultura regenerativa tem como foco utilizar de maneira estratégica espécies de plantas que possuem características favoráveis ao desenvolvimento dos agentes naturais de preservação ou controle biológico de pragas. É o chamado controle biológico conservativo. As características naturais destas árvores, arbustos e/ou coberturas verdes selecionadas, exercem funções, como por exemplo, controlar as pragas ao servir de alimento alternativo para insetos predadores e parasitas, ou mesmo proporcionar o microclima adequado. É a partir daí, que se torna possível a redução da aplicação de defensivos agrícolas”, explica Guilherme Amado, Líder do Programa AAA de Qualidade Sustentável na Nespresso no Brasil e no Havaí.

Lançamento

Esse caminho que a Nespresso vem trilhando, rumo a uma agricultura mais sustentável, levou a empresa ao próximo passo em sua jornada de inovação e cuidado com o meio ambiente. Certificada como Empresa B, por atender aos altos padrões de responsabilidade social e ambiental, a marca anuncia o lançamento do Brazil Organic, seu primeiro café 100% orgânico e brasileiro. A novidade estará disponível exclusivamente no Brasil, na Alemanha e Suíça a partir do dia 4 de outubro, para as máquinas do sistema Original da Nespresso.

Cumprindo os rigorosos critérios nacionais e internacionais para certificação de alimentos orgânicos, o café Brazil Organic é produzido em fazendas especializadas, livre do uso de insumos químicos. O resultado é um expresso suave e equilibrado, com notas doces de cereal, extraído da mistura de grãos Arábicas fermentados e não fermentados. O lançamento fará parte da linha permanente Master Origins, que são cafés de origem única que traduzem em notas e sabores as características e métodos de produção das comunidades agrícolas de cada país. Além disso, o Brazil Organic já está disponível para a linha Nespresso Professional, voltada a estabelecimentos comerciais desde 19 de setembro.

“O Brazil Organic é um passo importante que a Nespresso dá rumo às possiblidades de um café sustentável. Com ele, mostramos que é possível produzir um café de modo que um ecossistema completo atue em benefício à planta, sem estressá-la, promovendo a saúde do solo e a longevidade do pé, ” conclui Guilherme Amado.

Como parte do lançamento nacional, a Nespresso contará com o chef Rodrigo Oliveira, dono dos restaurantes Mocotó, Balaio IMS e o recém-inaugurado Caboclo em Los Angeles, como embaixador da campanha. Através de uma websérie que será divulgada em meados de outubro no Instagram e demais canais oficiais de comunicação da Nespresso, o chef irá abordar o diferencial do café orgânico e apresentar curiosidades sobre seu processo de cultivo, além de criar uma receita inédita para harmonização com o novo café.

“Como embaixador deste lançamento e parceiro Nespresso Professional, me sinto muito privilegiado em poder acompanhar de perto as iniciativas da Nespresso para contribuir com a preservação do café e do meio ambiente, além do bem-estar das comunidades agrícolas. A chegada do Brazil Organic só reforça que a marca segue aprimorando seus processos, se dedicando e investido em um futuro mais sustentável”, comenta o Chef Rodrigo Oliveira.

 

Foto: Divulgação/Nespresso

Coalizão Verde
Author: Coalizão Verde
Sobre o/a Autor(a)
Coalizão Verde é a união dos portais de notícias Neo Mondo, O mundo que queremos e 1 Papo Reto com o objetivo de maximizar os esforços na cobertura de temas ligados à preservação ambiental.
Mais artigos