Mais uma vez, o poder da dramaturgia negra

A dramaturgia negra mostra mais uma vez o seu poder! Desta vez, o ator e diretor Jé Oliveira (Coletivo Negro) traz um espetáculo de muita importância para os amantes de música, mais particularmente os que curtem o rap dos Racionais MC’S. O espetáculo fala das intercorrências vividas por aqueles que habitam a periferia e nela passam por percalços típicos da vida dura dos negros e das negras ali esquecidos.

Em “Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens”, constatamos o resultado de uma pesquisa realizada por Jé Oliveira acerca do que permeia a vida de homens negros na busca de sua afirmação como pessoas autônomas e em busca da valorização da identidade como povo negro.

 Ajude 1 Papo Reto a continuar divulgando as grandes iniciativas em ESG, inovação e empreendedorismo de impacto social: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou faça uma DOAÇÃO

 

Em um ano, foram entrevistados 12 homens negros de diversas idades e profissões, como o poeta e diretor de cinema Akins Kintê, Seu Luis Livreiro, vendedor de livros, e o modelo Willl Oliveira.

O ator e diretor da peça, Jé Oliveira, ressalta que o espetáculo é uma homenagem aos Racionais MC’s, um dos pioneiros na história do rap nacional, tanto que em uma das fotos de divulgação, de André Murrer, os integrantes da peça posam para uma foto que se assemelha à capa de um dos discos mais emblemático dos Racionais (“Holocausto Urbano”).

Lançado em 1990, “Holocausto” trouxe canções contundentes e afiadas denunciando a violência policial e o descaso dos governantes diante dos povos periféricos de São Paulo.

A peça tem um som feito ao vivo feito por músicos experientes como Fernando Alabê, Cássio Martins, Mauá Martins, Melvin Santhana e Djy Wojtila. Em algumas datas (15/3, 16/3, 5/4 e 6/4) terá a presença do DJ Kl Jay (Racionais MC’s).

Enfim, a arte é um dos elementos necessários para todos nós. Ela nos permite nos distanciar desse cotidiano maluco e possibilita um olhar crítico nas coisas que nos cercam. O teatro faz muito bem esse papel de trazer o conflito para que possamos ter a chance de reexaminá-lo com outros olhos.

“Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens”

Quando – de 15/3 a 6/4, 3ª-feira e 4ª-feira
Horário – 21h
Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93) 
Preço: R$ 20 ou $ 6 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes). Meia entrada para maiores de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino
Censura: 16 anos